Fortuna crítica de Bruno Tolentino e sua obra

Críticas, resenhas e análises de Bruno Tolentino e sua obra

Sobre Bruno Tolentino

Sobre Le Vrai Le Vain (1971)

  • Mysticism in a Foreign Language : Bruno Tolentino’s Le Vrai Le Vain (janeiro-fevereiro/2011), de Chris Miller, em PN Review 197, vol. 37 n. 3 [preview]

Sobre About the Hunt (1979)

  • Devotional Poetry (janeiro-fevereiro/2011), de R. H. Webb & P. Weller, em The Princeton Encyclopedia of Poetry and Poetics, de Roland Greene & Stephen Cushman (eds.), Princeton: Princeton University Press: 2012, p. 352

Sobre Anulação e Outros Reparos (primeira edição: 1963; edição revisada: 1998)

Sobre As Horas de Katharina (primeira edição: 1994; reedição: 2010)

  • A Nova Comédia de Bruno Tolentino (2004), de Ângelo Monteiro, em Escolha e Sobrevivência (São Paulo: É Realizações, 2004)
  • A Amante do Exílio (junho/2010), de Martim Vasques da Cunha, em Dicta & Contradicta n. 5
  • As hooooras de Katharina (26 de janeiro de 2011), de Fabio Riggi, em Sibila: Poesia e Crítica Literária
  • Castelo Interior – 105 (junho/2011), de Jessé de Almeida Primo, em Dicta & Contradicta n. 7
  • Andorinha antiga, horas modernas. Configurações do sagrado em As horas de Katharina, de Bruno Tolentino (2011), de Juliana P. Perez, em Presença do sagrado na literatura, organizado por S. F. Sperber (Coleção Work in Progress, 4. Campinas: IEL-Unicamp/Publiel, 2011, pp. 115-24)

Sobre Os Deuses de Hoje (1995)

  • Bruno Tolentino faz versos contra a hipocrisia (1995), de José Castello, em O Estado de S. Paulo: Caderno 2
  • Versos anacrônicos da militância tardia (15 de junho de 1996), de Wilson Martins, em O Globo: Prosa & Verso
  • A máscara do sublime desencarnado (4 de fevereiro de 2003), de Augusto Massi, em Folha de S. Paulo: +Mais!
  • De Armas e Bagagens (3 de junho de 2007), de Pedro Sette Câmara, em O Indivíduo
  • Os Deuses de Hoje (17 de maio de 2008), de José Luis Bomfim, em Portaberta
  • Os deuses de hoje: poesia e visões sobre o Brasil (8-9 de outubro de 2009), de Juliana P. Perez, em Segundo Coloquio Latinoamericano de Literatura y Teología: Identidad Latinoamericana y Cristianismo, em Santiago, Chile

Sobre Os Sapos de Ontem (1995)

Sobre A Balada do Cárcere (primeira edição: 1996; reedição: 2016)

Sobre O Mundo como Idéia (2002)

  • O espectro da heresia: Um breve exercício na ciência do discernimento dos espíritos (29 de janeiro de 1995), de Olavo de Carvalho, rascunho para uso exclusivo em classe no Seminário Permanente de Filosofia e Humanidades do Instituto de Artes Liberais
  • O Espectro Anunciador (setembro/2001), de Sidnei Schneider, em Rascunho
  • A desconstrução do mundo ideal (11 de dezembro de 2002), de Cassiano Elek Machado, em Folha de S. Paulo: Ilustrada
  • O inventário de indagações do poeta Bruno Tolentino (22 de dezembro de 2002), de Ubiratan Brasil, em O Estado de S. Paulo: Caderno 2/Cultura
  • Gesto besta, sublime intangível (11 de maio de 2003), de Alcir Pécora, em Folha de S. Paulo: +Mais!
  • O que há de novo: o livro de Bruno Tolentino (março/2003), de Izacyl Ferreira, em Jornal da UBE
  • WHAT IS REAL?, ASKED MORPHEUS, ou: Mamãe, eu quero viver numa bolha de plástico (11 de maio de 2003), de Martim Vasques da Cunha, em Perplexos
  • Obra vigorosa e desconcertante (1 de setembro de 2003), de Luiz Carlos Monteiro, em Revista Continente
  • Prêmio Senador José Ermírio de Moraes (2003), saudação proferida por Miguel Reale e discurso de Bruno Tolentino
  • O mundo como idéia (2003), de Ermelinda Ferreira, em Estudos de literatura brasileira contemporânea, Edições 21-23 (Universidade de Brasília)
  • O mundo como idéia, uma opera omnia (5 de março de 2004), de Jessé de Almeida Primo, transcrição de palestra proferida na reitoria da UFBA
  • Os falcões de Bruno Tolentino (3 de dezembro de 2006), de Pedro Sette Câmara, em O Indivíduo
  • In Passim (12 de novembro de 2007), de Pedro Sette Câmara, em O Indivíduo
  • O mundo como idéia: paixão pelo real e crítica do pensamento moderno (2008), de Juliana P. Perez, em Literatura e Intersecções Culturais, organizado por J. Magalhães, I. Ribeiro e J. Fernandes (Uberlândia: EDUFU, 2008, pp. 919-29)
  • Aristocracia sem boas maneiras (7 de junho de 2009), de Jessé de Almeida Primo, em Ars Poetica
  • Uma poesia além das circunstâncias (s/d), de Izacyl Ferreira, em UBE: União Brasileira de Escritores
  • A travessia final (s/d), de Martim Vasques da Cunha, em O Indivíduo, revisado e republicado em Dicta & Contradicta em 28 de junho de 2011
  • Bruno Tolentino: Uma ideia de poesia (14 de setembro de 2015), de Nívia Maria Vasconcellos, em Leituras Contemporâneas

Sobre A Imitação do Amanhecer (2006)

Anúncios

Um pensamento sobre “Fortuna crítica de Bruno Tolentino e sua obra

Discuta este texto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s